Sami Sami @ 21:24

Ter, 16/12/08

Vida de uma adolescente complicada: esta é a parte em que vocês, caros leitores, levam com os meus desabafos (sintam-se a vontade para passar a frente, só senti necessidade de escrever, visto que aquele post da princesa do iogurte ajudou-me bastante, sublinho: bastante). Esta semana acabam as aulas, finalmente, agora é receber todos os testes da 2º fase, devo dizer que a minha única negativa foi a geometria, lá se foi o 12 do meu primeiro teste, podia dizer que a professora não sabe explicar nem nos prepara adequadamente para os testes que faz - que por acaso é verdade - mas não vou dizer, porque não me apetece, só digo que se aparecer os pneus de um carro furados, e o dono desse carro seja uma professora de geometria, já sabem, fui eu.

Por outro lado fiquei feliz com as outras notas, razoavelmente feliz, podiam ser melhores mas não estão nada mal.

Estas férias = muito para fazer, até ao natal fico em lisboa, depois vou para a casa do meu pai na margem sul, e por fim devo ir para o porto passar o ano novo (vamos ver se dá), o que é optimo, ouvi dizer que há lá bastantes exemplares de contruções neoclassicistas (arma-se em intelectual). Bem não há mais coisas (não) interessantes para dizer, por isso passemos ao assunto do post.

 

Legenda:

"(#$()"# - falhas de memória

 

Sonhos, quem não os tem? Eu tenho, e de algumas semanas para cá tenho tido bastantes, infelizmente esqueci-me de alguns - é o que dá não ter um caderno a cabeceira e ser demasiado perguiçosa para me levantar mal acordo.

Querem saber uns? Não? Não faz mal, vou contar na mesma.

A uns dias (mais precisamente sexta passada) tive um bastante interessante (vamos ver se consigo explica-lo adequadamente): sonhei que estava na praia, e de repente decidi pegar num barco-boia e remar até alto mar, convencida que estava lá o Johnny Depp, - e estava! Trouxe-o para terra sem mais demoras - "(#$()"#. Depois estava numa cabana junto a praia, e tinha um rapaz - bastante giro - fechado dentro de uma capsula de vidro, com um sorriso enorme a olhar para mim; eu chego perto dele e digo-lhe - "(#$()"#, depois ele consegue sair de lá mas vem com pulseira electrónica (seria aquilo uma espécie de prisão caseira?). Mais a noite fui sair com três, provavelmente, amigas, uma delas tinha cabelo branco mas cara de adolescente, quando iamos a caminho de uma casa assombrada (não me pergutem o porquê), vimos pessoas deitadas no chão com as pernas para o ar, literalmente a fazer o "4", decidi dar um leve toque com o dedo nessas pessoas, estavam imoveis, duras e frias como pedra, decidimos então investigar o interior da casa para desvendar o mistério! - "(#$()"#. Fim do primeiro sonho, infelizmente acabam na melhor parte, não é?

 

Segundo: este aqui foi o meu favorito desde a muito tempo, sonhei com um vagabundo que protestava todos os dias contra as pessoas que passavam na rua, protestava porque não gostava das suas atitudes, e dizia que o mundo iria acabar e nós - as pessoas - só nos preocupavamos com o que vestir, e com a nossa vida social.

Esse vagabundo era na realidade um grande mágico e vidente disfraçado, quando retirou o disfarce construiu uma cabana no meio da floresta com um enorme guardião de braços musculados e com uma enorme lança capaz de furar qualquer coisa; esse vidente procurava um rapaz, que seria o salvador de todo o planeta, quiça todo o universo, "(#$()"#, ele conseguiu encontrar o rapaz, levou-o a sua cabana, o rapaz ia acompanhado do seu melhor amigo; O mágico começou a apertar fortemente o ombro do amigo do rapaz e disse-lhe que ele não aguentará o que está para vir, e quando o amigo dele mais precisar, ele se vai acobardar. "(#$()"#.

 

Eu gostei tanto que estou a pensar escrever uma historia baseada nesse sonho. Vamos ver o que sai daqui, os meus sonhos as vezes até são uteis, quem diria.

 

PS - a minha inspiração voltou ao normal *happy face*, estava a começar a ficar bastante preocupada.


sinto-me:
a ouvir: Little Sister - Queens of the stone age

Mariana @ 14:25

Qua, 17/12/08

 

Eu tenho vários sonhos também, os meus geralmente não fazem o menor sentido para mim, então narrá-los é meio difícil...
huahauhauahuahuah
Bjão


Cocax @ 20:16

Qua, 17/12/08

 

Grandes sonhos xP Fazes muito bem em aproveitar o segundo para uma história. Fiquei interessada :P

Hoje também tive um sonho muitíssimo estranho, mas não me lembro de como era... Não é costume ter assim sonhos estranhos. Tenho mais daqueles que parece que se vai a cair e se aterra na cama xD

PS: Agora estou a lembrar-me de dois sonhos mesmo estranhos que tive. Um estava numa praia de areia branca e água cristalina, e à beira-mar estava um rapaz de costas, tipo surfista, moreno, cabelos ligeiramente ondulados e calções pelos joelhos com hibiscus; eu começo a chamar "Oh rapaz, oh rapaz" e quando ele se vai a virar... acordo -,- No outro, sonhei que estava num concurso de dança de salão (eu, que não sei dançar) a dançar a música Sunday Morning dos Maroon 5 com o Pedro Teixeira --'' Pensando bem, este sonho não foi estranho... Foi só parvo.

Espécie de diário de 3 - Kátia, Filipa, Olga - adolescentes. Linguagem por vezes ordinária, muy drama, tiradas poéticas, desabafos, parvoíces, ilusões, queixas da vida, análises cuidadosas e centralizadas sobre factos da vida (ahahah), ou outra treta qualquer que nos apeteça postar / partilhar com o resto do mundo.

RSS